preenchimento

Preenchimentos cutâneos

O preenchimento é um procedimento realizado para repor volumes que se perdem e reparar imperfeições adquiridas ao longo da vida, como as cicatrizes. O principal objetivo dos preenchedores é repor o volume da face, melhorar seus contornos e formas. Os preenchimentos dérmicos injetáveis são usados também para aumentar lábios finos, melhorar a aparência de alguns tipos de cicatrizes e suavizar ou eliminar os vincos e rugas faciais e de outras áreas corporais como colo, pescoço e mãos.

O ácido hialurônico é o principal preenchedor utilizado hoje. O corpo humano fabrica esta substância, capaz de manter as formas e contornos, mas essa produção cai com o passar dos anos. O risco de alergias é raro com o ácido hialurônico, mas após a aplicação do produto, a área pode ficar levemente avermelhada e inchada.

Alguns preenchimentos dérmicos são usados juntamente com demais tratamentos de rejuvenescimento tal como injeção de toxina botulínica e peelings. O cirurgião plástico irá avaliar as necessidades e expectativas de cada paciente e recomendar o tratamento adequado.

A aplicação bem sucedida do preenchimento requer extrema precisão, senso estético e conhecimento da anatomia humana, entre outros. Por isso, deve sempre ser realizada por um médico cirurgião plástico ou dermatologista.

A forma como o rosto envelhece e absorve o preenchimento determinará o tempo de se submeter a um novo procedimento. Caso o preenchimento não seja realizado novamente, a aparência retornará à condição original pois embora sejam uma excelente opção de tratamento para o rejuvenescimento, os preenchimentos cutâneos não interropem o processo de envelhecimento.

________
Referências: SBCP, Plastic Surgery Grabb and Smith e Cirurgia Plástica fundamentos e Arte, Mélega
Colaboração: Dra. Daniela Velozo – médica dermatologista