Toxina botulínica e preenchimento: saiba quais são as diferenças

5 de Abril de 2017

 

Com o processo de envelhecimento, a mudança na estrutura do rosto faz com que os contornos e os volumes sejam perdidos, acarretando o afundamento das olheiras, a piora dos sulcos, como bigode chinês, além das rugas que começam a marcar na testa, entre os olhos, e a formação dos famosos pés-de-galinha.

Ainda hoje existem dúvidas entre o que é toxina botulínica, o que é o preenchimento e para que servem. Ambos ajudam no rejuvenescimento facial, devolvendo um ar descansado ao rosto, mas atuam em diferentes lugares e mecanismos. Como são procedimentos invasivos das áreas dermatológicas e de cosmiatria, só devem ter sua indicação e execução feitas por médicos.

dermato

Toxina Botulínica

É usada para tratar as rugas provocadas pelo movimento dos músculos faciais, as chamadas rugas de expressão ou rugas dinâmicas, por exemplo as formadas na testa quando levantamos a sobrancelha. Quando aplicamos essa substância, ocorre relaxamento do músculo tratado. A toxina botulínica trata os músculos com precisão, permitindo ao médico definir o efeito desejado. É aplicada diretamente no músculo responsável pela formação da ruga, causando seu relaxamento temporário. Os efeitos iniciais tornam-se visíveis a partir de 72 horas, atingindo o efeito total em aproximadamente duas semanas. O tempo de duração é de 4-6 meses, dependendo do metabolismo individual de cada paciente, da técnica de aplicação e da dosagem do tratamento.

Onde pode ser feito o procedimento com toxina botulínica?

– Fronte (testa)

– Glabela (entre as sobrancelhas)

– Região periobitária (pés-de-galinha)

– Sorriso gengival (correção do sorriso muito aberto que mostra a gengiva)

– Contorno facial inferior (pontos na região do pescoço)

– Pescoço

– Axilas, mãos e pés (para hiperhidrose, excesso de suor)

Preenchimento

É um procedimento que corrige rugas finas, olheiras, sulcos (bigode chinês), lábios, depressões do rosto, devolvendo o volume facial perdido pela idade e melhorando o contorno do rosto. O ácido hialurônico faz parte das nossas células e tecidos, sendo uma molécula muito segura. Com o processo do envelhecimento, o ácido hialurônico diminui, causando perda do volume de várias áreas do rosto. O preenchimento com ácido hialurônico nada mais é do que repor (trazer de volta) o que o envelhecimento levou embora, com naturalidade e durabilidade. O tempo de duração desse procedimento varia de 1 a 2 anos.

Onde pode ser feito o procedimento de preenchimento?

– Sulco nasogeniano (bigode chinês)

– Sulco lábio-mentoniano (linha de marionete)

– Sulco infra-palpebral (olheiras)

– Lábios (definição de contorno e/ou volume)

– Contornos faciais (para definição de região mandibular, queixo, têmporas)

– Região malar (correção de bochecha murcha, deixando-as mais jovens)

– Lifting facial não cirúrgico (aplicação supraauricular para melhorar o contorno e levantar o rosto)

– Dorso das mãos

Lembre-se de que o médico dermatologista é o profissional habilitado e certificado para avaliar as reais condições da saúde da sua pele, orientar e realizar procedimentos para tratamentos de patologias e das alterações cutâneas relacionadas ao envelhecimento.

Fonte: Sociedade Brasileira de Dermatologia

  • Compartilhar